Hábitos sustentáveis na cozinha

Os hábitos sustentáveis começam em casa. E não importa se faz ou não parte de uma família numerosa: cada gesto que possa ter para preservar o ambiente irá ajudar.

Bastam poucas ações para contribuir para um planeta mais sustentável e para um melhor ambiente nas nossas casas e cozinhas, bem como ensinar alguns comportamentos amigos do ambiente aos nossos filhos e vizinhos.

Quer caminhar connosco no sentido de criar um futuro melhor? Seguindo a regra dos 3Rs na sua cozinha, bem como na sua casa, estará a fazer uma grande parte do trabalho. Reduzir, reciclar e reutilizar são sinónimos do dia-a-dia. Lembra-se quantos pares de ténis tinha em casa quando era criança? Quase de certeza que os seus pais só lhe compravam um par novo quando os antigos estivessem quase estragados. Ou então, em vez de deitar fora as cascas de ovo, reutilizava-as no seu jardim e plantas como aditivo. O mesmo ocorre com o vidro, plástico, etc.

Ao reduzir nos resíduos orgânicos, economizamos energia e contribuímos para a conservação dos recursos naturais como a água e a madeira. Qual o destino do óleo? A degradação do óleo é bastante lenta, por isso não é aconselhável considerá-lo como lixo biodegradável. O óleo alimentar deve ser depositado num recipiente descartável, para o efeito, e assim pode colocá-lo num ponto de reciclagem ou em locais específicos para este tipo de resíduos.

No entanto, relembramos que o óleo alimentar pode ser reutilizado para fritos ou cozinhados similares. Mas jamais o despeje no lava-louças, sanita ou lixo comum. Guardanapos que duram uma vida Os guardanapos de pano estão de volta! Pelo menos em casa, caso queira reduzir o consumo de guardanapos de papel (e, por isso, um menos consumo de água e madeira). Os guardanapos de pano são reutilizáveis e basta colocá-los na máquina de lavar roupa e, ficam como novos. Uma escolha muito mais ecológica!

Atenção às torneiras

Nas nossas casas é possível deixarmos a água a correr (quente ou fria) nas torneiras. E é por isso que não devemos esquecer que a água é um recurso básico de sobrevivência. Economize água, o planeta agradece. Faça o exercício de apenas abrir a torneira quando realmente precisar e irá notar que se torna num hábito.

Lembra-se quando os seus pais o chamavam atenção sempre que saía de uma divisão e deixava a luz acesa? Não se tratava de unicamente economizar na fatura da luz, mas também para um propósito maior. Para além disso, também se deve ter em atenção a classificação energética dos aparelhos eletrónicos que temos em casa, privilegiando os mais eficientes.

Zero sobras Reciclar e reutilizar é a chave para economizar energia e dinheiro. Tente planear as suas refeições diárias utilizando todos os alimentos que tem no frigorífico, sobras, etc. Além disso, dê asas à sua imaginação para reciclar utensílios como jarros, borras de café (ótimas para a jardinagem), entre outros.

Utilize luz LED Há sempre a justificação que as lâmpadas LED são mais caras que as tradicionais. No entanto, os LED têm mais duração do que qualquer outra lâmpada e economizam mais energias. Em termos de eficiência não há discussão. Pense no que quer tirar do frigorífico, ao invés de abrir a porta e só depois decidir o que quer tirar, pois é um completo desperdício de energia.

Limpeza amiga do ambiente

Tenha sempre em casa bicarbonato de sódio e vinagre, pois consegue limpar quase tudo com apenas estes dois produtos. Muitos produtos de limpeza contêm produtos químicos que podem ser nocivos não só para o planeta como para a sua família.